segunda-feira, 22 de julho de 2013

HINO DO PARANÁ

A história da cidade de Almirante Tamandaré é uma pequena peça de um grande quebra-cabeça que quando juntado formam a História do Estado do Paraná.
Hoje, eu irei falar um pouco sobre um símbolo do Estado que começou a ser conhecido através da obrigatoriedade de cantá-lo antes dos eventos esportivos e cívicos (das partidas de futebol).
O Hino do Paraná é um dos símbolo oficiais do Estado, ao lado da bandeira e do brasão, símbolos adotados em 1947. Foi criado no ano de 1903. Tem como autores Domingos Nascimento nascido em Guaraqueçaba,  compondo a letra, e Bento Mossurunga nascido em Castro, responsável pela (música) O hino foi oficializado pelo decreto-lei estadual nº 2.457, de 31 de março de 1947.

LETRA:

Estribilho
Entre os astros do Cruzeiro,
És o mais belo a fulgir
Paraná! Serás luzeiro!
Avante! Para o porvir!

I
O teu fulgor de mocidade,
Terra! Tens brilho de alvorada
Rumores de felicidade!
Canções e flores pela estrada.

Entre os astros do Cruzeiro,
És o mais belo a fulgir
Paraná! Serás luzeiro!
Avante! Para o porvir!

II
Outrora apenas panorama
De campos ermos e florestas
Vibras agora a tua fama
Pelos clarins das grandes festas!

Entre os astros do Cruzeiro,
És o mais belo a fulgir
Paraná! Serás luzeiro!
Avante! Para o porvir!

III
A glória... A glória... Santuário!
Que o povo aspire e que idolatre-a
E brilharás com brilho vário,
Estrela rútila da Pátria!

Entre os astros do Cruzeiro,
És o mais belo a fulgir
Paraná! Serás luzeiro!
Avante! Para o porvir!

IV
Pela vitória da mais forte,
Lutar! Lutar! Chegada é a hora.
Para o Zenith! Eis o teu norte!
Terra! Já vem rompendo a aurora!

Entre os astros do Cruzeiro,
És o mais belo a fulgir
Paraná! Serás luzeiro!
Avante! Para o porvir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário